Garapuá Praia Hotel

O paraíso é aqui.

GARAPUÁ – UM PARAÍSO INTOCADO NO LITORAL DA BAHIA

Mais a sul do Morro de São Paulo, ainda na Ilha de Tinharé, fica a Praia de Garapuá, uma “joia rara” de águas mornas e com um conjunto espetacular de piscinas naturais que se formam na maré baixa, no litoral da Bahia, a apenas 20 minutos de barco a partir do Morro de São Paulo.

As piscinas naturais de Garapuá.

As piscinas naturais de Garapuá.

A Praia de Garapuá é uma grande enseada, cercada por um coqueiral espetacular e delimitada por manguezais. Na realidade é um pequeno povoado de pescadores, frequentado por um número muito reduzido de visitantes e veranistas.

Entre as praias mais conhecidas de Boipeba, Moreré, situada na costa leste da ilha, abrange uma bela enseada de águas tranqüilas, cercada de recifes de corais, situados a cerca de 500 m da costa. As piscinas naturais que se formam neste ponto fazem, do local, uma área ideal para banhos relaxantes e para a prática de mergulho. Localizada nas imediações de um pequeno povoado bem pitoresco, a praia ainda apresenta um grande banco de areia que, durante a baixa da maré, permite, ao visitante, caminhar a partir da costa cerca de 300 metros mar adentro. Barracas bem equipadas, instaladas em suas extensas areias, servem petiscos deliciosos, além de pratos típicos da culinária local. O grande destaque fica por conta do camarão gigante, recém chegado do mar e frito na hora.

A praia de Garapuá e o extenso coqueiral.

Não possui muitas pousadas e portanto a capacidade de hospedagem é limitada. O turismo é feito apenas por quem faz passeios de barco a partir do Morro de São Paulo e isso ajudou a preservar Garapuá quase como um local intocado.

De barco é a melhor maneira de se chegar a Garapuá.

De barco é a melhor maneira de se chegar a Garapuá.

Quem chega aí, além de um banho de mar maravilhoso pode se deliciar com a gastronomia das poucas e boas barracas da praia. Paramos na Barraca do Léo para degustar uma “lambreta” dos deuses. A “lambreta” é uma maravilha exclusiva da culinária baiana. Um molusco comum nos mangues do litoral baiano, dizem que tem propriedades afrodisíacas. As “lambretas” de Garapuá são famosas e imperdíveis para quem visita o lugar.

A Barraca do Léo, onde se come uma excelente "lambreta" de Garapuá.

A Barraca do Léo, onde se come uma excelente “lambreta” de Garapuá.

A igrejinha de São Francisco em Garapuá.

A igrejinha de São Francisco em Garapuá.

O difícil acesso a Garapuá preserva esse paraíso de tranquilidade. Só se chega aí de barco ou por uma estradinha de terra pelo meio da Ilha de Tinharé. Leva cerca de uma hora a partir do Morro de São Paulo.

O difícil acesso preserva a Praia de Garapuá.

O difícil acesso preserva a Praia de Garapuá.

Fonte: http://umpouquinhodecadalugar.com/

Outras Opções

Redes Sociais

Disponibilizamos vários canais para você entrar em contato conosco:

facebook   youtube